IHA seed-project | A Biblioteca Joanina de Coimbra

 

Biblioteca Joanina_edited

 

A Biblioteca Joanina de Coimbra, história e arte

Teve início em setembro o IHA seed project “A Biblioteca Joanina de Coimbra, história e arte. Um estudo inédito de Robert C. Smith”, suportado pelo financiamento plurianual da unidade. O projeto, coordenado por Sílvia Ferreira (grupo Pre-Modern), é fruto de uma parceria estabelecida entre o IHA, a Imprensa da Universidade de Coimbra e a Fundação Calouste Gulbenkian. Terá a duração de seis meses, prevendo-se a sua conclusão em fevereiro de 2022.
O objetivo deste projeto é proceder à análise, interpretação e transcrição do espólio profissional documental e fotográfico de Robert C. Smith respeitante ao livro que tencionava publicar sobre a Biblioteca Joanina de Coimbra – intenção abruptamente interrompida em 1975, com a sua morte inesperada. Ainda neste âmbito, será publicada uma edição crítica do estudo inédito deste historiador de arte norte-americano dedicado à arquitetura e demais artes presentes na Biblioteca Joanina de Coimbra. Para esta fase do projeto será fundamental o conjunto de documentos dispersos, como extensas anotações suas, cartas, materiais de cartografia, fotocópias de documentos elencos de encomendas e artistas e suas genealogias, que será igualmente estudado e permitirá compreender, num âmbito mais vasto, o percurso e ação de Robert C. Smith enquanto historiador da arte portuguesa e o seu modus operandi.
O projeto também contribuirá para uma renovada dinâmica, quer no âmbito do turismo cultural sustentável da região, quer na abordagem à Biblioteca Joanina. De entre as ações propostas destacam-se a criação de rotas de turismo em torno dos monumentos da cidade e da região, influenciados pela obra da Biblioteca, dinamizando assim conexões mais vastas ainda pouco ensaiadas.
+ info sobre o projeto, aqui.
 
Cristina Rodrigues, mestranda em História da Arte na NOVA FCSH, foi a candidata que ganhou a Bolsa de Investigação atribuída pelo IHA no âmbito deste seed-project. Conheça a bolseira:

Cristina Rodrigues - foto

 

 

 

 

 

 

 

Licenciada em História da Arte pela NOVA FCSH desde 2019, percurso académico que lhe permitiu o contacto com a investigação científica.
Terminou em 2021 a componente letiva do Mestrado em História de Arte (Especialização em Época Moderna) e está, atualmente, a preparar a sua dissertação sobre a pertinência dos relatos de viagem para a historiografia de arte, nos reinados de D. Manuel I e D. João III.
Motivam-na a paixão pelo campo da História da Arte e a vontade de conhecimento, que agora podem ser aprofundados pelo seus trabalhos enquanto bolseira de investigação no IHA.