Concurso para 1 Bolsa de Investigação (BI) para Mestrando/a | IHA seed-project Cartografias da criatividade feminina

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 Bolsa de Investigação (BI) para Mestrando/a no âmbito da instituição de I&D IHA – Instituto de História da Arte, UIDB/00417/2020 – e do seed-project «Cartografias da criatividade feminina, 1974-1979: análise e criação de um repositório online», em parceria com a Fundação D. Luís I/Casa das Histórias Paula Rego e o Instituto de Ciências Sociais (ICS), Universidade de Lisboa e financiado por fundos nacionais através da FCT/MCTES (PIDDAC), nas seguintes condições:

 
Área Científica: Artes e Humanidades
Requisitos de admissão:
1) Licenciatura em Artes Plásticas ou História da Arte, com média final não inferior a 15 valores;
2) Frequência de um mestrado em História da Arte ou Museologia (preferencial) ou em áreas afins;
3) Experiência de investigação documental em História da Arte Contemporânea;
4) Experiência de consulta e registo de dados em aplicações de inventariação e catalogação de património artístico;
5) Bom nível de inglês falado e escrito.
Os graus académicos obtidos em países estrangeiros necessitam de registo por uma Instituição portuguesa, de acordo com o Decreto-lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, e a Portaria n.º 33/2019, de 25 de janeiro. A apresentação do certificado é obrigatória para a assinatura do contrato. Mais informação poderá ser obtida em: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/reconhecimento?plid=374
Plano de trabalhos:
1) Consulta bibliográfica e documental sobre a participação de artistas portuguesas e internacionais em exposições ou eventos artísticos organizados em Portugal e no estrangeiro.
2) Colaboração na estruturação da informação recolhida para base de dados e catalogação de exposições e eventos artísticos;
3) Pesquisa e catalogação das exposições em que a artista Paula Rego participou no período considerado pelo projeto. Esta tarefa será desenvolvida na Casa das Histórias Paula Rego e sob orientação da sua coordenadora de programação e conservação, Catarina Alfaro;
4) Pesquisa sobre a obra e atividade da pintora Graça Morais no período de 1974 a 1979 e apoio à entrevista que será realizada no âmbito deste seed project. Esta tarefa contará com o apoio de Joana Baião, investigadora do Laboratório de Artes na Montanha-Graça Morais, Instituto Politécnico de Bragança.
5) Apoio à preparação de ações de divulgação dos resultados deste projeto, incluindo uma exposição documental a realizar na Casa das Histórias Paula Rego.
6) O/A bolseiro/a deverá apresentar os resultados da sua investigação em reuniões regulares com o orientador, num relatório final a entregar no final da bolsa, e numa apresentação pública a agendar pela Direção do IHA.
Legislação e regulamentação aplicável: Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica), na redação que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 123/2019, de 28 de agosto; Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT, disponível em https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2019.pdf e https://dre.pt/application/file/a/127230968.
Local de trabalho: A investigação decorrerá em bibliotecas e arquivos de Lisboa, em particular na Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, Biblioteca Nacional, arquivo da galeria 111 sob orientação da Doutora Leonor de Oliveira (IHA) com o apoio da Doutora Filipa Lowndes Vicente (ICS) e na Casa das Histórias Paula Rego sob orientação da coordenadora de programação e conservação deste museu, Drª Catarina Alfaro. Tendo em conta o atual contexto de pandemia e o possível prolongamento das restrições relativamente à circulação e acesso a locais públicos, este projeto prevê uma componente de teletrabalho, com a investigação a incidir em bases de dados online e com reuniões a decorrer através de plataformas digitais.
Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 6 meses, com início previsto em fevereiro de 2021. O contrato de bolsa não poderá ser renovado.
Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a €835,98, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). A este valor acresce o seguro social voluntário correspondente ao primeiro escalão, caso o/a candidato/a opte pela sua atribuição, bem como o seguro de acidentes pessoais.
Métodos de seleção: A seleção dos candidatos será feita mediante avaliação curricular, na qual serão ponderados: curriculum vitae (30%), experiência de investigação (30%) e carta de motivação (40%).
Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 13 a 24 de dezembro de 2021.
As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: Curriculum Vitae, certificado de habilitações, comprovativo de inscrição no mestrado, carta de motivação.
No caso de graus académicos obtidos em instituições de ensino superior estrangeiras, é necessária a apresentação do reconhecimento dos graus obtidos, de acordo com o DL Nº 66/2018, de 16 de agosto; ou, em falta do reconhecimento no momento de candidatura, declaração sob compromisso de honra de que fará esse reconhecimento antes da contratualização da Bolsa em caso de ser o/a candidato/a selecionado/a. Não obstante, é obrigatória a apresentação do reconhecimento até ao momento de contratualização da bolsa.
As candidaturas deverão ser enviadas para o email bolsasiha@fcsh.unl.pt, com cc leonor.oliveira@fcsh.unl.pt, com o seguinte assunto na mensagem: Bolsa BI Projeto Cartografias IHA.
Consulte o edital completo aqui ou em https://www.fcsh.unl.pt/static/documentos/concursos/bolseiros/Edital_Cartografias.pdf.