Marta Branco Guerreiro

Marta Guerreiro foto
Quoting name: Marta Branco Guerreiro
Professional Category: PhD Candidate; Museologist (EGEAC)
PhD project: “O Museu como Espaço Comum: pensar além da participação” [Supervisor: Raquel Henriques da Silva, IHA/DHA/NOVA FCSH; Advisor: Liliana Coutinho, IHC/NOVA FCSH]
Thematic areas: Museum Studies, Art History, Participation, Politics, Ecology
Position(s) within IHA: RG Member [Museum Studies]
Contact: martaguerreiro@fcsh.unl.pt
CIÊNCIA ID: 941F-EA84-FAA5
ORCiD: 0000-0002-4075-2632

 

Biography
I was born in Lisbon in front of the Museu do Chiado, about which I would later do my Master’s thesis. Previously, I graduated in Art History at NOVA FCSH and did an Erasmus year at the Universitat Autónoma de Barcelona. I also hold a PgD degree in Cultural Management by INDEG/ISCTE and an MA in Museology by NOVA FCSH. I’m a PhD student in Art History with the doctoral project “The Museum as a common space. Thinking beyond participation”. My research focuses on participatory curatorship and collaboration projects with communities.
Along the way, I received a PRODEP scholarship at the Calouste Gulbenkian Museum, collaborated at the Centro Cultural Emmerico Nunes, in Sines, at the educational service of the Palácio Nacional da Ajuda and at the Museu da Marioneta, where I worked in education and communication, and as researcher. I was responsible for the Teatro Dom Roberto application to the National Immaterial Heritage inventory list.
I currently work as researcher at BAC – Banco de Arte Contemporânea / EGEAC.

[PT]

Nasci em Lisboa em frente ao Museu do Chiado, sobre o qual viria a fazer a minha tese de Mestrado. Antes disso, licenciei-me em História da Arte na NOVA FCSH e fiz um ano de Erasmus na Universidade Autónoma de Barcelona. Sou pós-graduada em Gestão Cultural nas Cidades pelo INDEG/ISCTE e Mestre em Museologia pela NOVA FCSH. Frequento o doutoramento em História da Arte com a tese “O Museu como espaço comum. Pensar além da participação” onde pretendo analisar de que modo projetos de curadoria participativa e de proximidade com as comunidades podem trazer-nos novos modos de pensar e de viver os museus.
Pelo caminho fui bolseira PRODEP no Museu Calouste Gulbenkian, trabalhei no Centro Cultural Emmerico Nunes, em Sines, no serviço educativo do Palácio Nacional da Ajuda e no Museu da Marioneta onde exerci funções de educação, comunicação e investigação. Fui responsável pela candidatura do Teatro Dom Roberto à lista de inventário do Património Imaterial Nacional.
Atualmente exerço funções de técnica superior de museologia no BAC – Banco de Arte Contemporânea MGCC / EGEAC.

(data supplied by the researcher)

Abbreviations:
RG – Research Group